Recentemente lidas – Post-link [Pocket #1]

postlink1-fb

Fazia tempo que não vinha aqui compartilhar com vocês o que eu encontrei de bom nessa blogosfera, né? Mas é porque andava sem tempo pra ler, mesmo, sorry. Então, cá estamos com as coisas legais que andei lendo nas últimas semanas e que acho que vale à pena comentar sobre em um post. A grande maioria são postagens dos links do meu blogroll, porque sim, eu realmente costumo visitar os blogs que coloquei ali pra vocês verem! São todos puro amor, ok? Ok.

Em primeiro lugar, eu li uma postagem sobre Princess Shaming que a Meg Cabot publicou no Facebook dela, escrita pela Liz Buns. A questão é que uma ala do movimento feminista vem contestando os estereótipos de princesas como representações do machismo, e que bem, não é bem assim. Não podemos simplesmente associar toda a ideia de “princesa” a uma figura de mulher submissa e alienada, não é mesmo? Pode ser que a princesa Aurora, de Bela Adormecida não seja o melhor exemplo, ou a Branca de Neve, mas são filmes da Disney antigos e fazer análise descontextualizada é erro crasso, amigos. A questão discutida não é negar que pode existir, ou que existiu um “machismo” no que significava “ser princesa”, mas que isso veio mudando e está mudando, e que essa cultura de condenar “princesas” seja mais um desserviço do que uma quebra de paradigma do movimento.

Depois eu li a postagem do Ricardo Alvares sobre criminalidade e a ideia de “bandido bom, é bandido morto”, que é fortíssima nesse país progressista – ironic. O que ele aponta, sucintamente é aquela mania de discussão preto e branco que costuma-se ter em relação à política e a violência. Se você discorda da pena de morte, é porque quer proteger bandido… Quer dizer, será mesmo essa a solução? O problema da violência é simplesmente matar os caras que cometeram crimes? E a probabilidade deles não terem cometidos e serem vítimas de problemas da justiça? Que convenhamos, é muito comum nesse nosso sistema… E o motivo principal que ninguém parece se questionar: por que somos um país tão violento? Por que o índice de criminalidade é alto? Será que é genético? Será que desde o início da vida a pessoa nasce predestinada a ser “bandido”? Ou será que no decorrer desse crescimento alguma coisa errada tá acontecendo? Socialmente errada? A questão é: o problema é muito mais complexo pra ser tratado só com injeção letal.

Outro post legal que eu li foi sobre lugares comuns do machismo, uma lista feita pela Cris do Entre Batons e Cafés, que eu morro de inveja porque bem, ela vive indo em lugares que servem café legal, né? Nesse post ela aponta aquelas frases típicas que parecem só de brincadeira, mas que trazem uma carga cultural e estigma que as pessoas fingem não ver e que se você aponta, você está sendo uma “chata”, ou “vish, sai de perto que ela tá de TPM”. E se você insiste em apontar as incongruências, cuidado que discussão não “… é coisa pra mulher” porque “lugar de mulher é na cozinha” e você pode deixar de ser “mulher pra casar” se continuar desse jeito.

Por fim, mas não menos importante, vai um post de dicas da Loma, eu me sinto no serviço de compartilhar tudo o que acho por lá, porque gente ela faz um esforço danado pra fazer um conteúdo legal, útil e grátis pra gente. É o tipo de informação e assessoria que só quem tem dinheiro poderia pagar e a Lominha disponibiliza com todo amor e paciência. Dessa vez o post é com 22 formas de divulgar 1 post, parte da categoria dela de ORGBLOG que serve pra te ajudar a organizar seu blog e sua cabeça, porque como já disse em outro post, a profissionalização da blogosfera já chegou amigos, e não tem como mudar isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s