O Pós BlogDay e o que eu aprendi sobre a blogosfera

10352991_495819560554172_2983232091140869826_n

Previously neste mesmo blog… Hello, today is BLOGDAY!

Aos que frequentam essas páginas – aliás, agradeço, afinal o blog é novo e receber feedback assim me deixa super feliz! – sabem que neste último domingo, dia 31/08, rimos, choramos, ficamos impressionados, quase deixamos nossos computadores loucos e travamos os navegadores diversas vezes com as indicações do BlogDay. Eu devo ter visitado, sem exagero, mais de cinquenta blogs, e digo que um número considerável deles entrou para os meus feeds. E foi pensando nisso que decidi escrever esse post hoje. Pós a euforia de BlogDay – Lembrando que eu ainda tenho muitos outros para visitar, mas como a vida não vivo de blog, farei isso no final de semana – a felicidade da confraternização que eu participei no domingo ainda não se esvaiu, e eu como maria-adora-dar-pitacos vim aqui falar o que eu aprendi sobre a blogosfera.

Se uma pessoa que vê meu blog hoje me conheceu no Relativismo Escrito, e acompanhava ele, sabe da minha indisposição com a blogosfera pela tendência dos blogs que eu estava vendo. Não tenho nada contra moda, maquiagem, lifestyle e fotografias, então não vejam isso como uma crítica negativa, mas o fato é que: a blogosfera parecia se resumir a isso. E eu, definitivamente não me encaixava/encaixo. Não sei fotografar, só sei me maquiar e não é lá aquelas coisas, e sobre moda? Sou zerada. Imaginem então o que foi voltar nesse universo? Eu via os blogs e comentava, mas nada muito profundo até porque, eu confesso que muitas vezes não sabia o que escrever sem que soasse um comentário superficial. Acabei encontrando um nicho nos blogs literários, mas ainda assim, não era bem isso que eu queria. Não tenho tempo para ler livros e mais livros, ou comprá-los, e nenhuma parceira com editoras, então como que ia alimentar um blog de literário com escassez da principal fonte?

Mas e como o BlogDay entra nessa história toda? Porque foi através dele que descobri que a blogosfera continua totalmente plural, tem blogs para todos os gostos, e eu me achei nesse meio. Achei os blogs no estilo que eu gostava de ler, há tempos, e também achei outros seja de lifestyle, moda, maquiagem que acabaram sendo surpreendentes e que incorporei à minha lista de leituras. O que eu quero dizer é que, sim, a blogosfera mudou, mas algumas coisas permanecem. Não estamos, ainda, em processo de homogeneização total. Basta procurar, ou ter uma confraternização dessas pra gente ver o que eu outro anda fazendo. Em tempos onde a quantidade do blog tá importando mais do que qualquer coisa, confesso que fiquei encantada em ver pessoas visitando outros blogs, lendo os posts, comentando de fato, só por isso mesmo, pelo prazer de conhecer e permitir-se descobrir novos espaços. Em tempos onde tudo parece uma grande cópia de alguma coisa, onde Walter Benjamin diria que a “arte de blogar perdeu a sua Aura”,  que você pensa que a inovação e criatividade morreram, descobre que o diverso continua firme… E forte. Por isso que digo que ainda tô feliz, embriagada de BlogDay. E espero que melhore mais e mais! Blogar não é só profissão, é sentimento também!

E findo essa pequena reflexão com:

“MANDA MAIS BLOGDAY QUE TÁ POCO!”

Anúncios

16 comentários sobre “O Pós BlogDay e o que eu aprendi sobre a blogosfera

  1. Isabella de Paiva says:

    Cara, impossível não amar mais um texto sobre o blogday do que esse ❤ É exatamente assim que eu me sentia a respeito da blogosfera em geral – e por isso acompanho tão pouco alguns blogs de renome -, tipo, via muita superficialidade, muita ostentação, muito 'tenho uma vida perfeita, olhem só', que me soa, as vezes, falso. Eu gosto de blog de gente como a gente, gente que realmente usa o que tá postando, gente que é aquilo ali, sabe? E cara, o blogday trouxe um boom de energia positiva e indicações maravilhosas que travei meu computador umas 48390843290 de vezes além de ter sobrecarregado a gvt, que, convenhamos, tá uma bosta ultimamente hahah Vou lançar a campanha #blogdaytodomes
    Enfim, não conhecia seu blog, conheci através do blogday hehehe e já senti uma compatibilidade.
    Um beijo.
    Isabella
    The Urban Trends

    Curtir

    1. Alessandra Bastos says:

      Hahahahahahaha ai que bom encontrar pessoas que se sentiam assim como eu! ❤ Tenho que agradecer ao blogday ainda mais por isso, kra! ❤ Pois é, eu também travei que só as coisas por aqui hahahahaha, mas meu feed ficou tão cheio de blogs novos e legais, que tudo compensa ❤ ❤ ❤ tipo, não tenho mais que me perder no meio de coisas que não gosto! Obrigada pela visita! *-*

      Curtir

  2. Patricia says:

    Concordo com você, blogar é um sentimento. Claro, toda blogueira sonha em chegar no topo, e blá. Mas não quero nunca que vire uma profissão , ai vai ficar obrigação, e blogar por obrigação… ninguém merece. Por isso que no mundo da blogsfera, tenho poucas amigas, amigas mesmo, aquelas que batalham e tem orgulho quando veêm seu blog crescer. Quer dizer, parei um pouco para pensar, não sei se elas tem, mas eu amo ver um blog que eu gosto crescer! Ah, as vezes eu sou meio bipolar! kkk
    Olha, resumindo, eu gostei de mais do seu blog, e pretendo voltar aqui sempre, e ver a cada dia, essa sua vontade de blogar crescer ainda mais ! 🙂

    😀
    Beijos!
    http://www.pequenamenina31.blogspot.com.br

    Curtir

    1. Alessandra Bastos says:

      Sim! Também acho legal quando vejo um blog que eu acompanhei crescendo, sabe? Mas pelo esforço, dedicação e originalidade do blogueiro. É horrível quando você chega num blog e só vê uma repetição, um copia e cola, de outros blogs. Sem inovação! 😦 obrigada pela visista! 😀

      Curtir

  3. Cecília Maria says:

    Faço minhas as suas palavras, Ale, as vezes eu me sentia deslocada e completamente perdida nesse blogosfera inundada de looks do dia, resenhas de produtos e dicas de make. Eu não sei fazer isso, sempre fui largada na vida quanto a esse tipo de coisa. No BlogDay descobri muito blog lindo, com conteúdo menos fútil, mais sincero e que combina mais comigo e isso me deixou muito feliz, agora me sinto em casa! E manda mais BlogDay sim, porque ainda tá muito pouco!
    Beijo

    Curtir

  4. Erika says:

    Eu sou blogueira há 10 anos. Sempre bloguei por diversão, e no fim da faculdade, parei com o blog por falta de tempo. Ano passado resolvi voltar e criei o Cansei de ser Nerd. Meu choque foi total: assim como você, não me idemtificava com praticamente nenhum blog, pois só tratavam desses assuntos que você citou, e eu achava mega boring. Isso até o Rotaroots, que MUDOU MINHA VIDA. Finalmente encontrei gente que bloga como nas antigas (tipo vc) e isso sim me animou a continuar com o blog. O Blogday foi a celebração máxima disso hahaha 🙂 Adorei o post.

    http://www.canseidesernerd.com

    Curtir

  5. Profano Feminino says:

    Gente vamos fazer mais ações assim, porque esse domingo foi lindo!
    Adorei participar do Blog Day e conhecer blogs incríveis que eu nem sonhava com a existência e olha que nem vi todos os indicados. kkkk Sem falar que ainda existe uma blogosfera que vale a pena fazer parte.

    Curtir

  6. Chell says:

    Oi coléga de layout!!! =D

    “Não tenho nada contra moda, maquiagem, lifestyle e fotografias, então não vejam isso como uma crítica negativa, mas o fato é que: a blogosfera parecia se resumir a isso. E eu, definitivamente não me encaixava/encaixo.” eu me sinto assim. Fico meio perdida em posts de moda/beleza e por isso procuro blogs que conseguem se soltar desse viés um pouco ou quase que totalmente, acho que isso que é legal na blogosfera, a gente se encontra =D

    Curtir

    1. Alessandra Bastos says:

      Hahahahaha GENTE, é mesmo. Não tinha reparado pq vc não tem aquele negocinho preto no meio da imagem! :O mas é né, problemas de não saber design e não querer comprar heheheh
      Sim, é muito estranho pq de manhã eu só passo batom na boca e olhe, não tenho tempo pra me maquiar – pq prefiro gastar td o que eu tenho dormindo o máximo q posso – então sei lá, me sinto num universo paralelo hahaha
      obrigada pela visita! bjs!

      Curtir

  7. Vulgo Emilie says:

    mas tem um monte de blogs dignos, viu? você só checou parcela deles. vai vendo, a gente acaba pulando de link em link e achando um monte de coisas legais. eu também, por um longo tempo, pensei que a blogosfera de origem tinha morrido (e resisti a essa modinha de postar looks do dia…acompanho essa tendência no lookbook.uk apenas. não acho que isso deva sair dos sites a que pertencem para blogs). os “literários” não acompanho pelo mesmo motivo que você (embora… já deu uma olhada no “Eu li, e agora?”. Acompanho a Mareska faz um tempinho). falta uma versão 2.0 (porque meus feeds aumentaram), porém: também fiz uma lista de indicações no meu blog pessoal

    Curtir

  8. Carol Rodrigues says:

    Pois foi justamente pelo BlogDay que cheguei aqui 🙂
    Eu estava nessa mesma vibe o blog vivia abandonado. não sentia que me encaixava (nem um pouco) nessas tendencias dos blogs atuais. Quando conheci o Rotaroots tudo mudou e hj, além de estar empolgada com o blog, estou empolgada com as pessoas que fui conhecendo.
    O Blogday foi a MELHOR blogagem ♥

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s